sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

[Resenha] Coraline

GAIMAN, Neil. Coraline. Rio de Janeiro: Rocco, 2003. 160p.

RESENHA
por Juliana R. Santos

Capa - Editora Rocco
   Quinto livro do fantástico Neil Gaiman que leio. O livro é bom, mas ainda assim não supera o Deuses americanos, já resenhado aqui no blog. A escrita deste livro é muito mais infantil, a própria obra é vendida na livraria como infanto-juvenil, mas sinceramente, não acredito que a história contada seja infantil. A história dessa jovem menina  que descobre em seu apartamento um mundo paralelo igualzinho ao seu, é de causar arrepios até mesmo em adultos. O livro foi adaptado em animação pelo diretor Henry Selick em 2009 com o título de Coraline e o mundo secreto. Ainda não assisti o filme, mas, assim que o fizer, comento com vocês.
   
  Como já foi mencionado, o livro narra as aventuras de uma menina que se mudara recentemente para um novo apartamento, onde descobre uma passagem que a leva para um outro apartamento, aparentemente igual ao seu, porém, um pouco mais interessante, com brinquedos que movem-se sozinhos, ratos acrobatas e pais muito mais atenciosos. Porém, para ficar neste mundo, Coraline pode correr o risco de um destino ainda pior do que a morte, como o das crianças que a menina vem a conhecer enquanto está aprisionada no espelho. Mais tarde, a jovem Coraline vai descobrir que o mundo que, à primeira vista, parecia muito melhor que o seu, nada mais era do que uma maquiagem, uma cópia mal-feita e incompleta da realidade que conhecia.

   A trama lembra um pouco um outro livro do mesmo autor, lançado recentemente, O Oceano no fim do caminho, principalmente no que diz respeito à criaturas um tanto malignas habitando mundos semelhantes ao nosso. Acredito poder dizer, sem medo, que quem gostou do livro mencionado, certamente irá gostar de Coraline, que é um pouco mais macabro e aterrorizante do que o outro. 

   
Poster do filme - 2009
O livro possui várias edições lançadas no Brasil, a mais recente, da Rocco, possui ilustrações de Dave McKean, que ajudam a dar o clima sombrio à leitura. Além das diversas versões impressas (que eu não li, então não posso dizer se possuem ou não ilustrações), há também a versão Graphic Novel, ou em HQ, lançada em 2010 pela Rocco.

  A leitura, por ser um tanto infantil, é bem rápida, fácil e agradável. Com um bom entrelinhamento e letras relativamente grandes, as 160 páginas tornam-se bem menores, podendo ser lidas em algumas horas ou em alguns poucos dias, dependendo do tempo que for dedicado à leitura. Para pessoas que costumam se influenciar pelas cenas lidas, imaginar e temer perigos ocultos na escuridão, pode ser uma boa ideia evitar ler o livro à noite, ainda mais se você mora ou dorme sozinho. 

8 comentários:

  1. Eu ja vi o filme mais ainda não li o livro. Não consigo encontra-lo nas livrarias físicas D:

    espacobooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Esse eu achei na bienal de 2013 aqui no Rio de Janeiro, mas tenta na internet, geralmente tem na saraiva, submarino, ou nas outras várias livrarias online!

    ResponderExcluir
  3. Eu não fazia a mínima ideia do que se tratava esse livro, mas sempre tive curiosidade pra descobrir. Me interessei bastante com a sua resenha. Vai entrar pra minha listinha de leitura!

    Beijos,
    http://livrodeunicornios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que bom que a resenha despertou seu interesse, espero que goste do livro quando o ler. Eu vi o filme essa manhã e também gostei bastante, eles mudam coisas e incrementam a história, mas sem modificar muito o enredo do autor, os acréscimos servem mais para aumentar o clima sombrio do livro. Só acrescentam, não prejudicam em nada a história original, afinal, "quem conta um ponto, aumenta um ponto". Vale muito a pena assistir!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  5. Olá!!!

    Indiquei vc no selo: Liebster Award, espero que goste!

    http://rcassiaslima.blogspot.com.br/2014/01/selo-liebster-award.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela indicação e pelo constante apoio que você tem dado ao blog, Cássia! Responderei assim que puder!

      Grande Abraço

      Excluir
  6. Já li dois livros de Neil Gaiman: Stardust e Deuses Americanos. Adorei ambos os livros e pretendo continuar minha pequena coleção. A narrativa dele é incrível, muito bem construída, espero poder ler logo Coraline!

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Stardust eu nunca li, além de Deuses Americanos e Coraline eu também li O Oceano no fim do caminho, Odd e os gigantes de gelo e Lugar Nenhum, que já foi resenhado no blog, gostei de todos eles. http://fantasticosmundosdepapel.blogspot.com.br/2013/12/lugar-nenhum.html

      Abraços

      Excluir